quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Um lampejo de sua presença.



Se soubéssemos o que nos aguarda na eternidade não gastaríamos tanto tempo com coisas efêmeras, com assuntos triviais. Se apenas tivéssemos um lampejo da presença de real de Cristo, com certeza investiríamos o restante de nossa vida, pensando sobre a eternidade, vivendo em Cristo, falando de Cristo e desejando mais de Cristo. Falaríamos menos de nós, pensaríamos menos em nós, desejaríamos viver como ele viveu, amaríamos mais como ele amou. Se apenas tivéssemos uma pequena e rápida luz de sua santidade não desejaríamos mais viver como vivemos hoje. Como faríamos diferença para nós mesmos... como as estratégias, métodos, de evangelização seriam tão irrelevantes, como o dinheiro seria sem valor, como as riquezas não encheriam nossos olhos. Se apenas tivéssemos um verdadeiro lampejo de sua real presença! Para nós, viver assim é impossível, mas para Cristo tudo é possível. Quanto mais nos abramos para sua graça e mais para a oração, sim, isso pode ser possível, sim se tivermos um lampejo de sua presença.