quarta-feira, 4 de novembro de 2015

ORAÇÃO DE UM PECADOR





Tu me conheceras antes de tudo, tu me amaste antes de tudo.

Conheceste meus caminhos, viste-me ainda quando estavas no ventre de tua filha. Sabias de meus primeiros choros e de meus últimos prantos.

Desejei e decidi tomar-me para mim, mesmo não sabendo a imensidão do teu amor.

Apenas por um lampejo da tua luz meu interior se iluminou,
com um sinal do teu Espírito minha alma reviveu.

Caminho hoje ao teu lado, não sabendo do que me acontecerá amanhã, mas ao teu lado é melhor do que afagado por mil aplausos efêmeros.




Caminho hoje, semeando e colhendo já, às vezes flores, às vezes cardos, mas o que importa se me esperas em um jardim ou mesmo numa nova terra.

Caminho hoje, seguro em mente e em coração que nada poderia fazer melhor se não fosse tua graça.

Às vezes a dor do passado me persegue. Mas ao contemplar tua Cruz, meu coração se alegra com tua misericórdia.

Às vezes sou assaltado pelo coração que é traidor, mas luto para subjugá-lo ao teu Espírito. Kyrie eleisson! 



Às vezes sou vencedor, às vezes sou vencido. Porém a grande vitória é a Tua sobre a morte. Lenitivo sem igual!




Assim caminho, assim vivo, neste mundo, 
buscando obedecer-te pelos dons que me deste, 

tão imperfeitos mas voluntários, vou caminhando.


Se puder ser um canal para uma única alma que não te conheça, já me dou por satisfeito, porém meu maior desejo é apenas ser como tu.

Vivendo como tu, chorando como tu, rindo como tu, sendo humano como tu, sendo santo como tu, morrendo como tu. 



Porque ser como tu, é a única razão de viver. 



Porque foi por amor que me criaste, que morreste e reviveste por mim, desde toda a eternidade e por toda a eternidade.



Porque me amaste, sei que te amarei plenamente não agora, mas naquele dia quando renovares todas as coisas.