sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

NATAL: ESPERA TRANSFORMADA EM FATO


Para que o próprio Deus se encarnasse, houve um tempo de espera e preparação. O tempo conhecido por Advento é um tempo de espera até o momento do nascimento do Rei. Mas, esperar nem sempre é bom. 

Quantas vezes nos desesperamos porque não acontece o que pedimos na hora que queremos? Quantos não esperam ansiosamente a conversão de um ente querido ou a cura de uma pessoa que amamos ao lado de uma cama de hospital? Esperar não é fácil! De uma forma mais profunda, quanto tempo o mundo visível e invisível esperou a encarnação de Jesus Cristo? No mínimo por 5.000 anos. 

Deus se fez homem, habitou entre nós, morreu e ressuscitou para cumprir o plano divino para restaurar o homem e o universo. Agora, o nascimento de Cristo traz um novo significado. A espera tornou-se um fato histórico e uma oportunidade. Oportunidade para compartilhar as boas novas de vida com nossa geração. O mistério que estava oculto pelos século, agora foi manifestado. O medo transformou-se em fé, pois, apesar da luta, por esperar a solução de problemas, podemos crer que assim como Deus prometeu Jesus para nos dar vida, também Ele voltará para abrir diante de nós novos céus e nova terra. 

Assim refletimos, entendendo que o Natal nos encoraja a não desesperarmo-nos enquanto esperamos. O Natal nos ensina a confiar em Cristo mesmo quando passamos por situações terríveis e desesperadoras. Com certeza Deus há de cumprir todas as suas promessas. Se a maior promessa foi cumprida ao enviar Seu Filho, como não nos dará com Cristo todas as coisas? As Escrituras nos afirmam que Deus não é homem para mentir. Se você entregou-se a Cristo pela fé, tenha absoluta certeza que se Ele prometeu que você seria salvo, assim o é e assim o será. Paulo aos Gálatas 4.4, que na plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho. 

Espere a plenitude do tempo na sua vida. Descanse no Senhor, entregue suas inquietações a Ele, desenvolva um espírito de resignação enquanto você não tem visto algo claro com respeito à vontade de Deus. Conheça o Deus que é fiel a seu plano eterno e com certeza Ele o conduzirá dentro de sua vontade. Desenvolva a prática da oração e a vida comunitária entre os irmãos da mesma fé. Continue crendo contra a esperança dos homens que se desvanece. Grande lição o Natal nos ensina. Considere a Encarnação Divina e sua vida esperará não apenas a redenção de sua alma, mas também de seu corpo, eternamente.

Nenhum comentário: