quarta-feira, 9 de outubro de 2013

ESPIRITUALIDADE - DISCIPLINAS ESPIRITUAIS



O que é? Qual a diferença entre espiritualidade e religiosidade?

Ler a bíblia, orar e ir à igreja são práticas devocionais ou disciplinas espirituais, e estas são meios de se exercer a espiritualidade. Espiritualidade é um processo mais amplo! Na história da igreja, temos 17 (dezessete) disciplinas espirituais e elas são, apenas, meios, através dos quais nós vivemos a nossa espiritualidade.

A pessoa religiosa participa de todas atividades, mas não tem um relacionamento com Deus. A prática devocional ou as disciplinas espirituais pressupõe um relacionamento com o Senhor. O preconceito se dá em cima de impressões ou conceitos negativos. 

Espiritualidade: Um Processo composto de 4 etapas: Trata-se de um processo cíclico, que se retro-alimenta numa cadeia aspiral, crescente.

ETAPAS

1ª) SEDE (de Deus): Esta sede é posta pelo próprio Deus ao nos criar (sede do transcendente). Segundo Platão, o perigo de se envolver com o mundo das coisas é esquecer do mundo ideal (das idéias, que é igual a eternidade; saudade de um Deus que entre no nosso vazio). Todas as pessoas têm um nível de espiritualidade! No nível da SEDE, temos a infância espiritual (infante).

2ª) ESTA SEDE, POR SUA VEZ, PRESSUPÕE UMA BUSCA: A BUSCA do outro, do nosso semelhante, deve ser respeitada, em seus processos (através do nosso olhar, tom de voz, de nossos gestos, etc.). A SEDE que leva à BUSCA tem o significado da adolescência espiritual. Algumas características desta BUSCA é Insegurança, Rebeldia, Querer provar de tudo, etc.

3ª) QUEM TEM SEDE E BUSCA, DESEMBOCA NUMA EXPERIÊNCIA!: É neste nível, que se dá a EXPERIÊNCIA, que, em si, traz o significado da juventude espiritual. Algumas características: Desejo de Definições instáveis e Maturidade incompleta. A espiritualidade cristã começa aqui, nesta etapa; ou seja, na Experiência que passa, necessariamente, por um encontro com o DEUS TRINITÁRIO! NÓS SOMOS O ÚNICO MONOTEÍSMO TRINITÁRIO! Observação: A nossa dificuldade é provar que DEUS é TRINO! Toda EXPERIÊNCIA com Deus tem que ser com o Deus-Pai, Deus-Filho e Deus-Espírito Santo.
("EX" – sair) + ("PERI" – ao redor) + ("CIÊNCIA" – conhecimento) = EXPERIÊNCIA.

4ª) RELAÇÃO: Nesta quarta etapa se dá a maturidade espiritual. Quem fundamenta a RELAÇÃO é a própria relação, onde é Deus quem controla a re-lação, e aonde se vai construindo uma ligação sólida e profunda. O que sustenta esta relação é o vínculo. A nossa relação com Deus não deve estar baseada em "sensações".  

Rev. Eduardo Rosa Pedreira
Recife, 29 de março de 2006

Nenhum comentário: