sábado, 5 de outubro de 2013

A ORAÇÃO PELA UNIDADE


“para que sejam um...” João 17.20-23

O último desejo de Jesus em oração pelos seus discípulos foi pela Unidade como marca característica de seus discípulos. Em sua oração sacerdotal Cristo pede ao Pai que nós manifestássemos a fé a partir de  nossa identidade como Corpo de Cristo. Sem unidade não há corpo, não há verdadeira realização, Deus não pode agir no mundo. Portanto a unidade torna-se a condição “sine qua non” para que nós hoje realizemos nosso testemunho e cumpramos nossa missão. 

Por que então devemos buscar a unidade?

1. Porque a Unidade reflete a presença de Deus. Cristo ora “para que sejam um e como és tu ó Pai em mim e eu em ti”. Ele também disse: ”onde houver dois ou três reunidos em meu nome ali estarei no meio deles”. Assim como o relacionamento entre as pessoas da Santíssima Trindade existe por meio do amor que é nutrido entre eles. Então cremos que esta unidade necessita ser espiritual e homogênea. A Igreja em unidade é o reflexo do próprio Deus.

2. Porque a Unidade promove o testemunho da igreja no mundo. Jesus diz: “para que o mundo creia que tu me enviaste”. A igreja não utilizava de métodos ultramodernos, cruzadas ou campanhas evangelísticas para o testemunho, somente procuravam viver em comunhão, unidade. (At 2.42-47; At 4.32-35).

3. Porque a Unidade em nós conduz-nos ao aperfeiçoamento espiritual (17.23). Nossa fé não é uma fé individualista, é uma fé que se conduz e se produz por meio da comunidade. Então a convivência, o amor e exortação, a renúncia e doação devem fazer parte de nossa fé. Somos um povo que se conduz através do amor ágape. (Fil 2.1-8).

Portanto, a igreja somente será igreja quando aprendermos o caminho do esforço pela unidade. O Apóstolo Paulo já afirmava: “Esforçando-vos diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz”. (Ef 4.3). Somos hoje levados a repensar nossa missão por causa de nossa falta de unidade. Um reino não pode subsistir, já dizia o Senhor! 

O que você está fazendo em prol da unidade? Santo Agostinho, um dos teólogos da igreja já afirmava: “Unidade nas coisas essenciais, Liberdade nas coisas não essenciais e Amor em tudo”. Você não precisa ser uniforme com seu irmão, mas naquilo que é essencial você tem o dever de desenvolver a unidade. O Credo Niceno é o fundamento principal para que sejamos um. Faça algo em prol da unidade. Desenvolva uma fé que consegue viver na diferença do que não é essencial e você será maduro espiritualmente.

Nenhum comentário: