sábado, 12 de janeiro de 2013

VOCÊ JÁ SE ALIMENTOU HOJE?




“O homem é criado para oração, assim como ele é criado para falar e pensar”. (Tito Colliander)

Nós não temos ideia sobre a necessidade de nossa alma. Somos altamente rudes quando o assunto é espiritualidade e comunhão com o Divino. A frase acima, que li esta semana, revela que da mesma maneira que temos necessidade de falar, pensar, andar, comer, beber, descansar... também temos a necessidade de oração.

Como muitos pensam erroneamente sobre a oração, ela não se baseia apenas em uma conversa com Deus. É muito mais do que isso! Ela é o meio de ligação, de comunicação que envolve muito mais do que fonemas ou palavras que ditamos a Deus racionalmente. Por isso, a oração faz parte das necessidades básicas de qualquer pessoa e nossa alma não se alimenta de palavras, e sim, de uma experiência com os mistérios de Deus.

A alimentação e o descanso são indispensáveis para sustentar sua vida física. A sabedoria, a arte e a cultura, de um modo geral, enriquecem as qualidades da alma de uma pessoa. E a oração, revela na pessoa o lado espiritual mais alto da sua natureza.

Deus ama a Sua criação, ama a cada um de nós e Ele é o nosso Pai celeste. Tal como é natural dos filhos, o desejo de ver os seus pais e conversar com eles, assim, deve ser natural a nós, à vontade de se comunicar com Ele. A alma se junta com Deus durante a oração, se junta também com o mundo espiritual.

Segundo as palavras de João de Kronstad, a oração é a ligação de ouro da pessoa cristã, peregrina e estrangeira aqui na terra com o mundo espiritual do qual faz parte e sobretudo com Deus - a fonte da vida.

A oração mais simples e sincera é aquela que se aprende na intimidade do coração. Assim como você come e bebe para manter seu corpo sadio, você deve se alimentar da oração todo dia e em todo momento. Sem isso ficamos raquíticos espiritualmente e tornamo-nos vulneráveis a qualquer enfermidade espiritual e sujeitos aos ataques externos.

Hoje, faça uma reavaliação de sua alimentação espiritual. Como você está se alimentando? Você se alimenta frequentemente da oração? 

Nenhum comentário: