sábado, 1 de dezembro de 2012

O SIGNIFICADO DO BATISMO E DA PROFISSÃO DE FÉ


Neste domingo, estaremos recebendo novos irmãos por Batismo e Profissão de Fé, Transferência a Pedido e Restauração. Todos estes são muito bem-vindos, estamos muito alegres pela decisão e junto disso, gostaríamos de lembrar alguns princípios que devem nos dirigir quanto à Publicação ou Confirmação de nossa Fé sejamos novos ou mais experientes:

Primeiro: O Batismo e Profissão de Fé não são e nunca serão a coroação de nossa vida cristã. Muitas igrejas entendem este rito como a grande chegada para a salvação e outros interpretam: “Uma vez salvo, salvo para sempre” sendo o batismo a culminância deste ato de fé. Na verdade, este é o primeiro grande equívoco. O batismo é apenas a primeira etapa de um longo caminho que vamos fazer rumo ao grande momento quando chegaremos definitivamente nos braços de Cristo, na Consumação. Por isso se cremos, devemos nos batizar e entregar nossos filhos ao Batismo sendo este também a promessa a eles como participantes do Novo Pacto (Aliança). Este rito é o primeiro que revelará se cremos e em quem cremos. A questão é compromisso e entrega total a Cristo de nossa vida para o começo de um processo de vida na busca e na imitação do Filho de Deus. Se você ainda não foi batizado e crê e se compromete com Cristo então o faça. É a primeira ordem de Jesus. Nosso Senhor afirmou: “Aquele que me confessar diante dos homens eu o confessarei diante de meu Pai”!

Segundo: O Batismo e a Profissão de Fé são a primeira prova que desejamos nos comprometer com as pessoas e com a comunidade onde estamos plantados.  Há muitos que se batizam e pensam que seu compromisso pessoal é apenas com Deus de forma etérea e abstrata. O amor a Deus passa pelo amor as pessoas e pelo serviço. Por isso aqueles que estão sendo batizados e sendo recebidos como membros e aqueles já são membros de uma comunidade cristã, devem se esforçar por aprender a servir os irmãos, pois nisso reside a presença do amor de Deus. O apóstolo João já afirmava em uma de suas cartas: “Como posso amar a Deus a quem não vejo se não amo a meu irmão a quem vejo”. Através de nossos talentos, nossa iniciativa e criatividade, todos são desafiados a servir de acordo com o dom que recebemos de Deus, desde nosso nascimento. Aquele que não serve, não procura servir e nem se dispõe a servir põe em questão sua fé e seu ato de batismo.

Terceiro: O Batismo e a Profissão de Fé nos fazem lembrar nossos direitos e deveres como membros de uma comunidade presbiteriana. Como membros de uma igreja nossos direitos são: Participarmos da Comunhão (Santa Ceia do Senhor ou Eucaristia) tantas vezes quantas nos forem oferecidas; Apresentarmos nossos filhos para o Batismo Infantil; Estarmos dispostos a servir em cargos eletivos ou nomeados pela igreja de acordo com nossos talentos e dons; Participarmos em Assembleias votando e sendo votados. E nossos deveres são: Buscarmos ter um comportamento ético-cristão na sociedade; Testemunharmos do Evangelho através de nossa vida de maneira natural; Sustentarmos a igreja financeiramente por meio de Dízimos, Ofertas e Doações (Cesta da Partilha); Obedecermos às autoridades da igreja (Pastores e Presbíteros) e servirmos os irmãos por meio de nossos dons e talentos.

A Fé Cristã não é apenas individual, mas também coletiva. O propósito do Espírito Santo em nos reunir é para que possamos nos amadurecer na fé e na experiência de nossa espiritualidade. Portanto, aos que estão chegando e aos que já chegaram a nossa igreja, continuemos em frente, como nos afirma o escritor da carta aos Hebreus: “Portanto, também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta, tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus. Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem desanimem”. Hebreus 12.1-3

Nenhum comentário: