quarta-feira, 14 de março de 2012

Teologia racional X Teologia mística

Os teólogos dos primeiros séculos eram os que oravam e viviam da oração. Não havia progresso teólogico se não houvesse o orador que misticamente se encontrava com Deus. O apóstolo João era apelidado de "o teólogo" por que comtemplara o "verbo da vida", o Cristo Encarnado. Teologia era fruto da contemplatividade, do empirismo, da experiência, da transformação de dentro para fora.

Hoje a Teologia se explica, se disseca, como se separa o corpo da alma. O teólogo é aquele que discute religião, que disseca o que não pode ser dissecado. Teologia hoje, é fruto de conhecimento ideológico.

Racionalidade é a base para explicar o que é místico. Lembro ainda das palavras de Santo Agostinho: Óh Senhor, que eu possa te aceitar não te compreendendo do que te compreender e não te aceitar".

Nenhum comentário: