terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Reflexões e Decisões

Se alguém desejar o presbiterato (vocação ministerial - é assim que a igreja antiga chamava) então deve começar a buscar maturidade em Deus e não somente conhecimento racional em prol de títulos. Não dependa de ninguém: pastor, presbitero, pai, mãe etc... Paulo depois de ter o encontro teofânico com o Senhor (Jesus apareceu para ele em carne e osso no caminho de Damasco), ele não consultou "carne e sangue" (isto é pessoas que qualquer tipo). Então se desejar caminhar o caminho da fé verdadeira e entenda que muita coisa precisa mudar na vida de quem almeja a caminhada da fé e do sacerdócio.

Primeiramente, não me importarei mais com numero de pessoas num culto de uma igreja. Digo isso, pois não acredito na presença do Espírito Santo do ponto de vista físico. A percepção e o olhar humano é terrivelmente enganoso e desviado da verdade. Por isso, não dependerei de número de pessoas em alguma reunião de uma igreja. Os meus olhos querem ir além. Quero ver em outra dimensão. Tudo deve ser visto em outra dimensão.

Estou farto, cansado e indignado com esta noção irracional de espiritualidade. Sensações de choro, de gritaria, de chavões , de emocionalismo e sensacionalismo, são
fruto de almas que não conseguem ver a Deus em outra dimensão e por isso
tentam abafar sua cegueira com tais manifestações irracionais.

O coração é corrupto (Jeremias 17). Portanto não quero ver a ação do Espirito Santo de fora para dentro e sim de dentro para fora. Não quero depender de meus olhos carnais para ver a Deus e sua manifestação.

Quero despojar a noção que adoração, culto e ação do Espírito Santo depende de animação ou de pessoas que dão "palavras de ordem" numa liturgia, para que o Espírito Santo faça o que ele tem que fazer.

O Espírito Santo é Deus, ele não depende nem de mim nem de voce. Jesus diz que o Espírito é como um vento e ele sopra onde quer e ninguém sabe para onde ele vai nem de onde vem. Ele é como uma brisa (Elias provou isso em 2 Reis 18).

Portanto, os assim chamados sacerdotes do Deus Altissimo não são animadores de auditório ou show-men, como muitos estão por aí.

Quero renunciar muita coisa que fiz nestes 22 anos de ministério atribuindo a
Deus aquilo que meu "eu" queria fazer. Atribui muita coisa ao Espírito Santo que não era o Espírito Santo. Espero que voce que esteja lendo julgue seu próprio coração.
Não quero mais isso para minha vida. Se alguém quiser caminhar ao meu lado, venha para chorar seus próprios pecados e os meus, comigo. Venha para peregrinar, de falar menos de si mesmo, e venha para o que vale a pena: a Verdade.

Não quero mais fazer a vontade de qualquer sistema eclesiástico, ou de pessoas que estão em cargos de liderança sejam de ungidos, apóstolos,bispos, presidentes, ou seja lá quem ocupar algum título na nobre e santa igreja evangélica. Não estou para agradar a homens, nem de arrecadar muito dinheiro, estou para aprender a buscar e aprender a viver os princípios da "Palavra Viva" que vai além da Bíblia e do movimento evangélico de hoje.

Não desejo ser mais conhecido como evangélico. Quero ser participante do Corpo de Cristo, a Igreja Antiga.

Kyrie eleison,

Que Deus me ajude.

Nenhum comentário: