sábado, 19 de abril de 2008

Você não sabe quanto eu o amo!!!!

Você não sabe quanto eu o amo. O momento em que você pensa que compreende é o momento em que você não compreende. Eu sou Deus, não homem. Você fala aos outros a meu respeito: diz que eu sou um Deus amoroso. Suas palavras são papo-furado. Minhas palavras estão escritas no sangue do meu Filho. Da próxima vez que você pregar sobre meu amor com uma familiaridade tão insolente, nada me impede de vir e detonar seus objetivos mais santos. Quando você vier a mim com estudado profissionalismo, exporei você como um amador grosseiro. Quando você tentar convencer os outros de que sabe do que está falando, vou mandá-lo calar a boca e cair de rosto no chão. Você diz que sabe que o amo: Você sabia que cada vez que você me diz que me ama eu digo: "obrigado"? Quando seu filho vem até você e pergunta: Você ama a minha irmãzinha mais do que a mim porque ela patina melhor e porque ela é menina?" voce não se sente magoado e entristecido pela falta de confiança de seu filho? Você sabia que faz a mesma coisa comigo? Você alega saber o que compartilhamos quando Jesus retirou-se para um lugar deserto e passou a noite na encosta de uma colina comigo? Você sabe de onde veio a inspiração de lavar os pés dos doze discípulos? Você entende que, motivado apenas pelo amor, seu Deus tornou-se seu escravo no cenáculo? Você ressente a ordem divina dada a Abraão, de oferecer seu único filho, Isaque, no monte Moriá? Você sente alívio quando o anjo intervém, a mão de Abraão é detida e o Sacrifício não é levado a cabo? Você esqueceu que na Sexta-feira Santa nenhum anjo interveio? O sacrificio foi levado a cabo e foi o meu coração que foi partido. Você tem a consciência de que eu tive de ressuscitar Jesus dos mortos na manhã de Páscoa porque meu amor é eterno? Você está também serenamente confiante de que eu também o ressuscitarei, meu filho adotivo? Extraído: O evangelho maltrapilho, Brennan Manning

Nenhum comentário: